Orientações

.

Orientações para auxiliar na viagem pelo Blog :

Naveguem pelos marcadores (palavras-chave) ao lado e, ao abrir uma das viagens

ou contos, atentem para o título (que indicará a data da viagem).

Obrigado e boas viagens ...


sexta-feira, 28 de abril de 2017

Viagem Europa - parte 6

(Obs.: clique nas imagens para aumentá-las)

Olá!
Chegando em Fussen – Alemanha, estacionamos no Wohnmobilplatz (mais de 100 vagas); a uns 2km do centro. Possui 3 supermercados próximos e uma grande loja (Obi) onde tem de tudo o que se possa imaginar. Esfriando muito e a neve aumentando. Vários mhomes chegaram. À noite, uma boa sopa de legumes e sobremesa de bombons recheados com licor (especialidade do supermercado Aldi).
Novo dia, e após nevar a noite toda e boa parte da manhã, a árdua (congelante) tarefa de retirar uma manta espessa de 25cm de neve sobre o mhome. Calculando as dimensões do teto (2,30 x 6,50), a neve acumulada deveria pesar quase uma tonelada. Uma escada emprestada, uma pazinha de lixo, um casal congelado e pronto, hora depois, tudo resolvido...


Resolvemos ir ao centro com o mhome, mas arrependemos por causa do grande movimento de automóveis. Na Informações Turísticas, indicaram o estacionamento P3, com vagas para alguns mhomes.  Estacionamos e não descemos do carro, pois a chuva e neve aumentaram e, em 15 minutos saímos, não sem antes pagar 5 euros!  Um absurdo por tão pouco e não há como reclamar, pois a cancela é eletrônica.   Fotografamos alguns prédios, com chuva. Voltamos a estacionar no parking anterior e fomos comprar pantufas, finalmente encontradas.   Nevou por toda a noite e aproveitamos para postar o blog (postagem 05).
Manhã seguinte seguimos para Schongau, mas o parking não pareceu seguro.  Estacionamos no supermercado Lidl e fomos passear no centro antigo. Belas construções, a linda igreja da Ascenção de Maria. Lanchamos um gostoso capuccino com bolo alemão, claro; completamos a despensa e seguimos viagem.


Em Landsberg, estacionamos no parking, a uns 500m do centro.  O jantar a bordo e comemorativo às nossas “bodas de esmeralda” (16 anos), teve capeletti com frango, mensagens românticas e  noite congelante (-1 grau Celsius).
Pela manhã, apesar do frio gélido fomos passear na cidade, que é encantadora, limpíssima, organizada, acolhedora. A prefeitura antiga (Rathaus) é belíssima, a igreja  paroquial belíssima; fotografamos outros lindos edifícios, a cachoeira do rio Lech (construída para reduzir a vazão do rio para impulsionar a roda d’água); almoçamos no Marthran e começamos a retornar para o m.home.



Optamos por seguir para Augsburg, mas o GPS nos embrenhou através do centro da cidade, para chegar ao Camping Bella Augusta (8 km distante!).  Enfim, estacionados, bom e quente banho;  roupas lavadas e secadas nas máquinas do camping.  Ficamos mais um dia, esperando o tempo melhorar, mas não tivemos êxito.  Optamos por seguir para Ulm (em comboio não programado), que fica para a próxima postagem.
Até breve!
San & Dan


quinta-feira, 20 de abril de 2017

Viagem Europa – parte 5

 

(Obs.: clique nas imagens para aumentá-las)

Olá!

Ainda na Itália, de Dezensano del Garda, seguimos para Rovereto, saindo dos arredores do Lago di Garda, lotados (por causa do feriadão da Páscoa).

Em Rovereto, pequena cidade ao norte, ficamos num parking para mhomes, com sanitários, máquina de lavar, internet, tudo incluído na diária. Como em outros, este dá desconto para quem chega após as 18h e sai antes das 10h. São 16 vagas, pegamos a penúltima…

DSC02213 DSC02214

DSC02217 DSC02220

Novo dia, fomos passear pela cidade, que possui rica história, em especial da 1ª Guerra Mundial, pois muitos conflitos foram por aqui. Visitamos o Museu da Guerra (privado), no castelo de Rovereto.  É preciso ter ânimo para caminhada, uns 50 minutos desde o parking até a cidade, mais umas 3 horas no museu, mais uma hora de caminhada para voltar para casa… mas vale a visita.

DSC02229 DSC02231

DSC02238 DSC02248

DSC02252 DSC02256

DSC02275 DSC02318

Devido ao adiantado da hora (14h), almoçamos uma pizza no restaurante Piccolo Fiore, deliciosa, acompanhada de cerveja Franziskaner…

DSC02340 DSC02341 DSC02342

No sábado, após os deságues, seguimos no sentido de Trento, procurando por posto de combustível e supermercado abertos. Na entrada de Trento, encontramos, mas muito tempo até estacionar e depois para conseguir sair. Decidimos seguir para a Áustria, pela pedagiada, para ter mais agilidade.

Chegando à fronteira, tomamos a rodovia não pedagiada, para passar pelas cidadezinhas. A primeira foi Matrei in Brenner, com seu casario típico, aproveitamos para comer bolo com café para celebrar…

DSC02352 DSC02354

DSC02368 DSC02375

DSC02378 DSC02373 DSC02379

Seguimos pela rodovia secundária, curvas, paisagens, cidadezinhas, o imenso viaduto da rodovia pedagiada.

DSC02382 DSC02387a

DSC02390 DSC02392

Na entrada de Innsbruck há um posto de informações turísticas, onde o Sr. Hans nos atendeu muito bem, em espanhol (sua filha estudou em Curitiba!).  Dali, seguimos para o camping Kranebitten, apesar de muitos veículos circulando, foi fácil de chegar.   Estacionamos, bom banho, paisagem linda de montanhas nevadas ao redor. Esfriando bastante.

DSC02393 DSC02396

Domingo de Páscoa, fomos passear por Innsbruck, apesar de toda a chuva que caiu à noite e leve garoa pela manhã.  Tomamos ônibus para ir ao centro (DICA: o ticket no ônibus, é mais caro do que o cartão para 24h).

Começamos nosso tour pelo centro da “Cidade Antiga”, onde ficam a maioria das construções importantes, como o  Telhado Dourado (construído em 1420), possui quase 3 mil telhas de cobre douradas, sobre um balcão de gala.  Em frente fica a Casa Helbling (fachada de 1730); do outro lado fica a Torre da Cidade (de 1440) de onde pode-se ter vistas lindas da cidade (não subimos pois o dia não estava propício).

DSC02403 DSC02406 DSC02405

Andando mais um pouco, chega-se ao Castelo Ottonburg (1494), importante na história da cidade, atualmente funciona como restaurante. Fotografamos o Teatro Nacional do Tirol,  e dali, visitamos o  Palácio Imperial.

DSC02411 DSC02413

 DSC02412 DSC02414

O Palácio Imperial foi construído a partir de 1460 e, remodelado a partir de 1754. Possui várias salas, salão de gala, aposentos, sala de jantar, capela, móveis da época. 

DSC02418 DSC02425

DSC02429 DSC02431

Almoçamos e retornamos para ver a Igreja da Corte (ao lado do Palácio Imperial), construída a partir de 1555, possui 28 grandes estátuas de bronze (com roupas características da época), um famoso órgão de Ebert (1558), a Capela de Prata; guarda os túmulos do Arqueduque Ferdinando II e de Filipina Welser. 

Ao entrar na igreja, a sensação é de deslumbre, tudo ali é fantástico, lindo, preservadíssimo.

DSC02437 DSC02448

DSC02440 DSC02451

Como a chuva engrossou, tomamos ônibus para chegar mais perto da coluna de Santa Ana (construída em 1704 para celebrar a vitória de uma batalha);  e o Arco do Triunfo (de 1765, construído para o casamento do imperador Leopoldo II com Maria Luisa).

Dali, de ônibus para a Basílica (1755) e Abadia (1665) de Wilten. A basílica é a igreja mais importante em estilo rococó do Tirol; possui afrescos e estuques belíssimos, pendendo para a cor branca.  Na Abadia, a tendência de cor é para o preto e dourado.  Ambas belíssimas.

 DSC02457  DSC02463

DSC02467 DSC02469

Esfriando muito, tomamos “tram” para retornar ao centro.  Saboreamos um delicioso capuccino com apflestrudel e creme de baunilha no Cafe Katsung. Muito bom, ambiente agradável, bem perto do Telhado Dourado.

DSC02501 DSC02477

Fomos para a Catedral de Santiago: para fotografar é preciso pagar e retirar um ticket  (que logo o fiscal vem conferir).  Mas vale a visita, imensa, linda, rebuscada, detalhes impressionantes.

DSC02415 DSC02479

DSC02482 DSC02495

Cansados e com frio, começamos o retorno para o camping, tomar bom banho e um jantar quentinho.

DSC02499 DSC02504

Pela manhã, fizemos os deságues e fomos para a estrada. Seguimos para Heiterwanger, rodovia linda, paisagens, montanhas; trânsito muito intenso e congestionamentos, pois em alguns trechos há semáforos (pista única por obras).

DSC02512 DSC02515

DSC02528 DSC02550

Após o meio-dia, chegamos no parking para mhomes de Heiterwanger, num restaurante/fazenda; Sr. Paul e Sra. Elizabeth muito gentis (atendem apenas em alemão).  Estacionamos e descansamos, pois a chuva começou a engrossar. À tarde, chegaram mais 4 mhomes.

DSC02562 DSC02564

As 19h, ouvimos um barulinho diferente de chuva: era neve e muita! Muito lindo ver os flocos caindo, alguns “dançando” nas janelas antes de chegar no chão. Lindo e frio.  Fomos dormir ouvindo os barulinhos.

Pela manhã, a surpresa: tudo estava completamente branco, árvores, telhados, veículos, estrada, gramado e plantação. Tudo, tudo. Após um dos vizinhos seguir viagem, saímos do mhome, fazer algumas fotos e começar a limpeza (parabrisa e retrovisores) para poder ir para a estrada.  Após uma hora de nevasca forte,  conseguimos ir para a estrada.

DSC02586 DSC02599 

Na estrada, mais paisagens lindas. Acreditamos que o  asfalto tenha tratamento preventivo e drenagem, pois estava completamente limpo de neve, mas os arredores branquinhos…

DSC02626 DSC02628

DSC02630 DSC02644

Seguimos para a Alemanha, percorrer a Romantische Strasse, para comemorar nosso 16º aniversário de união, mas ficamos (gelados e contentes) presos na neve contínua por 3 dias, em Füssen.  O que fica para a próxima postagem.

Até logo…

DSC02607 DSC02610a