Orientações

.

Orientações para auxiliar na viagem pelo Blog :

Naveguem pelos marcadores (palavras-chave) ao lado e, ao abrir uma das viagens

ou contos, atentem para o título (que indicará a data da viagem).

Obrigado e boas viagens ...


sábado, 19 de janeiro de 2019

Viagem dezembro/1208 - janeiro/2019 (Final)

Obs.: para aumentar as fotos, basta clicar sobre elas. 
 
Olá!
Aproveitamos a tranquilidade da Pousada e Camping Nossa Senhora das Graças, em Urubici: descansamos, acessamos internet para saber sobre meteorologia e condições das estradas, conversamos com outros campistas (barracas, kombi, cabanas).
Pousada e camping N. Sra. das Graças - San&Dan
Após o "Ano Novo" esperamos diminuir o fluxo de veículos nas estradas e, na quarta feira, seguimos para Lages, Vacaria, chegando em Nova Petrópolis pelas 19h.  Um calor fortíssimo durante todo o dia.  Estacionamos no centro e dormimos com todas as janelas abertas, pois à noite o calor manteve-se alto.
Belos jardins em Nova Petrópolis - San&Dan

O Papai Noel saiu e o Dan aproveitou o trono - San&Dan

Eu na casa com o duende - San&Dan

Rua coberta de Nova Petrópolis - San&Dan
Na manhã seguinte, chegamos no camping em Gramado, bem mais tranquilo do que as informações anteriores referentes aos feriados. 
Estacionamos na sombra, abrimos toldo, colocamos tudo para arejar, e logo após o almoço, a chuva chegou, e com ela, a neblina típica de Gramado.
Chegando em Gramado - San&Dan

Nosso espaço, rodeado de hortênsias - San&Dan
Passamos alguns dias no camping, conversando com os vizinhos. Conhecemos o simpático casal Walter e Leila (Joinville), reencontramos o Fiori e Cleusa (Ponta Grossa), batemos papo com o Pedro (safarista que mora no camping), Fabíola e Fábio (Kombi do Rio de Janeiro), Marco, Antonio e Emilse (Córdoba, Agentina), Leônidas e Lúcia (Estrela-RS), também com uma família da Colômbia num automóvel e barraca, dentre outros...
Kombi carioca - San&Dan

Mineiros, gaúchos, cearenses, ... - San&Dan

Nós, Walter e Leila - San&Dan
Colombianos - San&Dan

Pavão fazendo pose para foto - San&Dan
Mais um vizinho - San&Dan

Lago do camping, coelhos, patos, quero-quero, peixes... - San&Dan

Motorhome curioso e simpático - San&Dan
Os dias intercalaram chuva, neblina, sol, calor, garoa e frio. A meteorologia gramadense pode incluir as quatro estações no mesmo dia...

Prédios encobertos pela neblina - San&Dan
As Renas coloridas - San&Dan

Igreja de pedra - San&Dan

Bandinha alemã num restaurante - San&Dan

Decoração natalina em todos lugares - San&Dan
Fomos passear pelo centro, ver as lojinhas tradicionais, fotografar os enfeites de Natal. Numa noite, fomos ver a apresentação na Rua Coberta  e o teatral acendimento de luzes, realmente um espetáculo.
Grupo de Sopros, no Natal Luz - San&Dan

Acendimento de Luzes da cidade (início) - San&Dan

Acendimento de Luzes (quase finalizado) - San&Dan

Acendimento de Luzes, final com "neve"! - San&Dan

A alegria espontânea das crianças - San&Dan

Os carros e pessoas cobertos de "neve" - San&Dan
Começamos a retornar no sábado, céu nublado mas abafado. Passeamos um pouco em Nova Petrópolis, pois as flores estavam muito coloridas neste dia.  Aproveitamos para almoçar no Restaurante Plátano (na Galeria do Imigrante). Comida saborosíssima, variada, por kg e livre, atendimento excelente.  Dica: chegar cedo, pois costuma ficar lotado.
Canteiro de flores colorido - Nova Petrópolis - San&Dan

Lago da Aldeia do Imigrante - San&Dan
Bandinha na recepção, era aniversário do parque - San&Dan

O grande Cuco na galeria - San&Dan
Ao longo da estrada, víamos as nuvens e tempestades ao longe, mas por sorte, não nos atingiram.  Nas ruas de Vacaria e Lages, a chuvarada havia passado minutos antes de chegarmos, e pela quantidade de água, foi forte.
Pernoitamos em  Lages e, no dia seguinte, rodamos até Piratuba, onde estavam nossos amigos Mauro e Silvana (Florianópolis).
O camping estava tranquilo, mas as piscinas lotadas por ser domingo. Por sorte, após as 17h as piscinas e o parque ficaram praticamente vazios.
A tempestade passando na nossa frente - San&Dan

Termas de Piratuba, 8h da manhã - San&Dan
Ficamos ali dois dias, colocando os assuntos em dia, pouca caminhada pois o calor era muito forte, e a tardinha, a chuva vinha nos visitar.
Nós e alguns vizinhos - San&Dan

Vizinhamos sorteio da Loteria! - San&Dan


Mudaram alguns vizinhos - San&Dan
Na terça, voltamos para a estrada, seguindo pela BR 153 e entrando no acesso à Bituruna. Passamos pela barragem de Foz do Areia, com belas paisagens, e a imponente parede da barragem. 
Barragem Foz do Areia - San&Dan

Rodovia passa sobre a barragem - San&Dan

Do outro lado, nível baixo de água - San&Dan
No final da tarde, chegamos ao Distrito de Entre Rios (Guarapuava), por indicação de amigos.
Local tranquilo, lago, passarinhos - San&Dan

Vista parcial do aeroporto e as nuvens no final da pista - San&Dan
Entre Rios  é formado por  cinco colônias (Victória, Jordãozinho, Cachoeira, Socorro e Samambaia) que foram implantadas em 1951, com a ajuda de organizações internacionais como a FAO (Washington), BIGA (Berna), IRO (Genebra), Cruz Vermelha Internacional, dentre outras.

Estas organizações foram responsáveis por selecionar e trazer imigrantes oriundos de países como Romênia, Croácia, antiga Ioguslávia, Sérvia, Hungria, Áustria, Alemanha,... pois a Guerra e o Comunismo haviam destruído suas casas, famílias, cidades.

Estes imigrantes, denominados Suábios, fizeram prosperar seu trabalho comunitário e em cooperativa (Agrária), tornando a região em grande produtora de grãos, em especial trigo e cevada.
Parque e Centro Cultural Mathias Leh, onde fica o Museu - San&Dan
Visitamos ainda o Museu Histórico de Entre Rios, um dos mais perfeitos que já visitamos até hoje: tudo organizadíssimo, limpo, envidraçado, com explicações escritas e áudio-visuais. Peças, roupas, cartas, documentos,...  Toda a história dos Suábios, sua imigração e o desenvolvimento na região.
Centro Cultural e Museu - San&Dan

Representação de sala-cozinha, a cama era parte da decoração (continha o dote da noiva) - San&Dan

Várias máquinas de costurar - San&Dan

Foto com as costureiras - San&Dan
Representação de sala-cozinha-quarto, quando preparavam as casas no Brasil - San&Dan
Algumas malas e baús que vieram da Europa - San&Dan

Objetos e móveis de época - San&Dan
Foto icônica: família seguindo para a casa que lhes foi destinada - San&Dan

Passatempo no navio (xadrez, damas, bonecas...) - San&Dan
A chegada ao porto, todos ajudavam a carregar alguma coisa, até as crianças - San&Dan

Pequeno menino, tomando água e cuidando das bagagens da família - San&Dan

Réplica de uma das casas recebidas pelas famílias (dimensões e formato idênticos) - San&Dan
Depois, visitamos o Memorial Mathias e Elizabeth Leh, um museu particular com toda a história do Sr. Mathias Leh. Ele foi muito importante e querido pela comunidade, tradutor e negociador, pois a maioria das pessoas não falava português, e os produtores tinham dificuldade em negociar as safras. Foi presidente da Cooperativa Agrária por quase 30 anos. O Memorial possui objetos pessoais, livros,  coleção de discos e de souvenirs que adquiriam em viagem ou recebiam de visitantes.

Honrarias recebidas pelo Sr. Mathias Leh - foto: Memorial Mathias Leh
Saboreamos um delicioso almoço no Brot & Café, que serve por kg e livre durante a semana e café colonial aos sábados. 
Brot&Café, almoço, café colonial - San&Dan
Em seguida, fomos para a estrada. Apesar do sol abrasador e do movimento intenso de veículos e caminhões, conseguimos chegar em casa no início da noite.

Foram 23 dias, mais de 2.500km rodados, com muito aprendizado, onde conhecemos e encontramos pessoas especiais, reencontramos amigos, vimos paisagens jamais imaginadas.
As nuvens mudando de forma em Gramado - San&Dan
Agradecemos à todos que estiveram conosco, no decorrer destes dias;  agradecemos e pedimos a Deus, que Ele sempre nos proteja, acompanhe e ilumine nossos caminhos.

E que em breve façamos nova viagem, para compartilhar um pouco com vocês. Até logo!!

Igreja de Gramado-RS - San & Dan